Fila de espera no INSS cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

A fila de espera para a concessão de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) apresentou uma significativa redução em 2024, de acordo com o relatório mais recente da Previdência Social, divulgado em abril deste ano. O levantamento revela que o número de processos aguardando resposta inicial caiu para quase 1,4 milhão de casos, representando uma diminuição de 600 mil processos em comparação ao ano de 2023.

Além da redução no número de processos pendentes, o INSS também registrou uma queda no tempo médio de análise das solicitações, passando de 43 dias para 39 dias. Esta diminuição no tempo de espera inclui pedidos de aposentadorias, auxílios, salário-maternidade e pensões.

Para alcançar esses resultados, foram implementadas diversas medidas com o objetivo de aumentar a capacidade de atendimento do INSS. Entre as iniciativas, destaca-se o lançamento do Atestmed, uma plataforma que permite o envio de documentos, como laudos médicos, para quem solicita benefício por incapacidade. Este sistema visa simplificar e acelerar o processo de análise documental, especialmente para benefícios por incapacidade temporária, anteriormente conhecidos como auxílio-doença. Desde o final de abril, os segurados do INSS podem iniciar o processo de benefício por incapacidade temporária diretamente pela Central de Atendimento 135, utilizando a análise documental da plataforma

O número de requerimentos de benefícios por incapacidade temporária por meio do Atestmed tem aumentado, com 1,3 milhão de solicitações em 2023 e quase 600 mil apenas no primeiro trimestre de 2024. Como resultado, as concessões por meio da plataforma digital também estão em ascensão, representando 44,3% de todas as concessões de benefícios previdenciários por incapacidade temporária no país de janeiro a março deste ano, com um percentual ainda maior na região Nordeste, atingindo 49,9%.

Além das inovações tecnológicas, o INSS também reforçou seu quadro de pessoal para melhor atender à demanda. Entre 2023 e 2024, foram nomeados 1.250 novos servidores concursados para o INSS. Ainda está prevista a autorização para a nomeação de mais 500 servidores até o fim de 2024.

plugins premium WordPress