Janeiro Branco: conhecimento e autocuidado

janeiro branco

O ano de 2024 trouxe consigo a campanha Janeiro Branco, dedicada a alertar sobre a importância dos cuidados com a saúde mental e emocional da população. Neste contexto, é crucial compreender como as doenças mentais, como ansiedade, depressão e pânico, podem afetar a vida das pessoas e como os benefícios previdenciários oferecidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem ser uma rede de apoio.

Benefícios Previdenciários e Critérios de Concessão

Transtornos mentais, incluindo transtornos de humor, esquizofrenia e transtorno bipolar, podem incapacitar temporária ou permanentemente os indivíduos em suas atividades laborais. Para acessar benefícios como o auxílio-doença ou a aposentadoria por invalidez, é necessário ser segurado do INSS, com carência mínima de 12 meses de contribuição previdenciária.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC), destinado a pessoas com deficiência ou idosos em situação de vulnerabilidade social, também é uma opção. Contrariando a confusão popular, o BPC pode ser concedido mesmo sem contribuições ao INSS, desde que os requisitos legais, como idade mínima e vulnerabilidade socioeconômica, sejam atendidos.

É crucial apresentar laudos e exames médicos que evidenciem a existência da doença mental e a incapacidade para o trabalho, com a devida Classificação Internacional de Doenças (CID).

Requerendo o Benefício no INSS

Para iniciar o processo, é necessário agendar uma perícia médica por meio do aplicativo Meu INSS, site ou pelo telefone 135. No dia da perícia, documentos médicos e pessoais devem ser apresentados. O perito médico é responsável por avaliar se o trabalhador tem direito ao benefício.

Após a concessão, o beneficiário recebe uma carta e inicia o recebimento na agência bancária indicada pelo INSS. Se necessário, é possível alterar a agência bancária após o primeiro pagamento.

Estratégias para Cuidar da Saúde Mental

Além dos benefícios previdenciários, adotar práticas que promovam o bem-estar emocional é essencial. Criar metas realistas, estabelecer prazos alcançáveis e praticar a auto-observação com generosidade são passos importantes.

Investir em atividades que proporcionem satisfação, como momentos de lazer, hobbies, esportes e boa alimentação, contribui para o equilíbrio psíquico. Estratégias de higiene do sono, como manter uma rotina e ambiente propício para dormir, também são fundamentais.

A consciência sobre os sentimentos e a atenção ao momento presente são práticas diárias que podem prevenir o sofrimento emocional. Identificar emoções e fluxos de pensamento permite agir de forma consciente diante das diversas situações.

Em suma, a campanha Janeiro branco nos lembra da importância de cuidar da saúde mental. Compreender os benefícios previdenciários disponíveis e adotar práticas de bem-estar são passos significativos para alcançar uma melhor qualidade de vida. Reconhecer a presença de problemas emocionais é o primeiro passo para buscar caminhos terapêuticos e construir um futuro mais equilibrado.

Compartilhe

NEWSLETTER

Se inscreva e fique informado

plugins premium WordPress